21/02/2020

ABRAÇO INFINITO



Agora mesmo, eu estava aqui em casa, sozinho, tudo escuro e, de repente, acho que apaguei.
Só sei que, quando me dei por mim, você estava, comigo, num abraço infinito.  Sem músicas, sem palavras, sem aqueles remedinhos azuis, nada, só eu e você.
Então me dei conta, que um lado do meu coração, ficou muito feliz, por aquele abraço imenso; por outro lado me dei conta, que o outro lado do meu coração, ficou muito triste, pois este abraço nunca se fez.
Realmente, não sei o que aconteceu, se apaguei, ou não, mas, de qualquer forma vou me lembrar para sempre de um do momentos mais lindos  que vivi, irreal ou não.  Para mim vai ser real. Para sempre.

                                                                                                                                                           Wilson Melo